Escola Educação – Escola Edução é um portal de conteúdo voltado ao compartilhamento de informação como: cursos, livros, dicas, dentre outros.
A Meta, proprietária do Facebook, lançou um modelo de inteligência artificial chamado de Galactina. Ele é alimentada por artigos científicos e é capaz de produzir sozinho textos acadêmicos, resumos e até trabalho de conclusão de curso (TCC). Claro, a partir de produções simples. Ficou interessado? Nem todo mundo gostou!
Leia mais: Cientistas afirmam que inteligência artificial superinteligente será incontrolável
WhatsApp permitirá que usuários bloqueiem print de fotos temporárias
Pesquisas no Google agora com novidades: tópicos associados aos…
Apesar de gerar grandes expectativas, é importante salientar que há uma grande preocupação sobre o uso dessa tecnologia. Descubra sobre o que estamos falando logo abaixo.
O site abarcava mais de 360 milhões de citações e 50 milhões de referências, todas incluídas em um conjunto de fontes. Isso permitiu que a inteligência artificial sugerisse e ajudasse as pessoas a descobrir artigos relacionados ao tema proposto. A partir daí, o sistema gerava os textos e as explicações acerca das afirmações, que continuavam sendo adicionados à medida em que o usuário pedia.
Depois de alguns dias de experimentação, a plataforma saiu do ar. O motivo para o seu fim não ficou claro.
O porta-voz da inteligência artificial da Meta, Jon Carvill, disse que o Galactina não era uma fonte de verdade e que esse experimento de pesquisa exploratória era somente para curto prazo. Já o CNET, site norte-americano, informou que a plataforma foi interrompida por apresentar risco de espalhar desinformação com base em leituras distorcidas de pesquisas científicas. Veja mais informações sobre a interrupção da tecnologia.
A maior preocupação da Meta foi a utilização da inteligência artificial pelos estudantes universitários, visto que muitos queriam usá-la para produzir os trabalhos de conclusão de curso sem dar crédito algum ao sistema.
Já há relatos de pessoas vendendo os textos gerados por IA para facilitar o trabalho de quem está disposto a pagar pelo serviço. Por isso, a empresa de Zuckerberg faz questão de emitir alertas sobre a autenticidade das produções.
Os textos gerados pelo Galactina pareciam altamente confiáveis, mas geravam equívocos em aspectos muito importantes, afinal de contas, escrever sobre ciência gramatical não é a mesma coisa que fazer ciência.
WhatsApp permitirá que usuários bloqueiem print de fotos temporárias
Pesquisas no Google agora com novidades: tópicos associados aos assuntos buscados
Segurança em risco: importante ALERTA é feito aos usuários do WhatsApp
Você sabe como utilizar o recurso Restringir do Instagram? Esse artigo vai te ensinar
ChatGPT: O que é e quais alternativas para você usar em 2023?
2023: ano de avanços e grandes novidades no mundo da inteligência artificial
Comentários estão fechados.
This website uses cookies to improve your experience. We’ll assume you’re ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More

source